Notes na Mintos – O que muda?

A partir de hoje, 1 de Julho, a única forma de investir na Mintos* é através de Notes.

A Mintos é uma das minhas plataformas de P2P preferidas, na qual invisto desde 2019. Os atrasos estão dentro do normal e expectável para investimentos deste tipo e as taxas de retorno estão entre as mais atrativas para este segmento de risco.

Partilhei uma review há mais de um ano e entretanto tenho mesmo de atualizar a informação, porque houve várias alterações (positivas, felizmente!) na plataforma.

Resumo a 1/07/2022

O que mudou, afinal?

A 9 de agosto de 2021, a Mintos* partilhou uma novidade que me deixou super entusiasmada: seriam brevemente uma entidade licenciada na FCMC, o equivalente à CMVM em Portugal.

Como partilhei neste artigo, a regulação traz imensas vantagens para os investidores:

  • Maior transparência;
  • Auditorias constantes por entidades externas;
  • Empréstimos e procedimentos de acordo com o MiFID II;
  • Garantia do seguro de proteção ao investidor até 20.000 € em caso de falência (semelhante ao que acontece por exemplo na Degiro e outras plataformas reguladas).

Após o período transitório, que iniciou a 25 de maio, a partir de hoje todos os investimentos abertos para compra – NOTES – são regulados e abrangidos pelo seguro de proteção.

Comentário de Martins Sulte, CEO e co-fundador da Mintos

O que são notes?

Notes são instrumentos financeiros que permitem investir em P2P de forma regulada.

Fazendo uma analogia com a bolsa de valores, as notes são os ETFs do crowdlending: em vez de se investir em empréstimos individuais (ou ações individuais), com as notes podemos investir num conjunto de empréstimos de um determinado tipo/setor/geografia (ETF engloba ações do mesmo tipo/setor/geografia).

As semelhanças não ficam por aqui: cada conjunto tem um prospeto e um ISIN e, tal como acontece nos ETFs, são instrumentos de investimento totalmente regulados e estão abrangidos pelo seguro de proteção do investidor até 20.000€.

Cada conjunto é composto por notes com valor individual de 0,01 €. Isto significa que, apesar de o valor mínimo de investimento ter passado de 10 para 50€, agora é muito mais fácil conseguir uma boa diversificação – com 50€ estamos a investir em 5.000 empréstimos diferentes.

Cada vez que um dos empréstimos do conjunto paga juros, o investidor recebe esse valor na sua conta da plataforma.

Como são criadas as notes?

As notes são instrumentos de investimento regulados e por esse motivo tem de ser cumprida uma série de procedimentos antes de estarem disponíveis para o investidor particular:

  • É criado o prospeto, que tem de ser aprovado pela FCMC (entidade reguladora) e é feito o registo com o NASDAQ;
  • As notes são oferecidas em conjuntos de empréstimos. Para criar um conjunto, são agrupados diferentes empréstimos de características semelhantes;
  • Quando um conjunto é formado, é enviado um pedido ao NASDAQ para ser emitido um ISIN;
  • Assim que é emitido o ISIN, são gerados os Termos Finais e submetidos ao FCMC;
  • Depois destes passos estarem concluídos, a Note é publicada na Mintos.

Cada empréstimo do conjunto tem de ter as mesmas características nos seguintes parâmetros:

  • duração dos empréstimos
  • valor do crédito
  • taxa de juro
  • tipo de empréstimo
  • país e moeda

Cada conjunto de notes tem um plano de amortização com datas de pagamento dos juros e a duração de cada empréstimo. Esta informação pode ser consultada na secção do portefólio, na plataforma de cada investidor.

Toda a informação sobre o procedimento é detalhada aqui.

Segurança

MiFID II: Para cumprir com os requisitos da legislação aplicável, todas as Notes e fundos dos investidores são mantidos separados dos ativos da empresa.

Seguro de proteção do investidor: como empresa de investimento licenciada, a Mintos passa a estar abrangida pelo esquema de compensação ao investidor, que protege contra fraude, má gestão ou falência da empresa. O valor seguro é de 90% das perdas até ao máximo de 20.000€.

Análise do perfil de risco: a regulação obriga a que os investidores realizem um teste de perfil de risco, para garantir que os investimentos realizados são adequados a cada indivíduo.

Maior transparência: todos os investimentos têm um prospeto e ISIN associados. O prospeto contem informação relativa ao nível de risco, tipos de empréstimos, empresa promotora, transações, etc.

Mais sobre segurança aqui.

Impostos

A regulação obriga a que haja retenção de impostos pela Mintos para certos países. É necessário preencher uma declaração no site das finanças, para não ser prejudicado pela dupla tributação. O passo a passo está descrito aqui.

Esta informação tem de ser incluída na Declaração de IRS, para evitar a dupla tributação. Como as alterações serão feitas já em 2022, haverá esta alteração no IRS que se deverá entregar em 2023. Mais perto da data falo disso 😜

E os empréstimos existentes?

Os empréstimos individuais ficam naturalmente com efeito até ao seu término, não há mudanças retroativas. Uma vez que deixarão de ser transacionados, não será possível comprar ou vender no mercado secundário: terão de ser mantidos até à data de maturidade.

Para quem utiliza estratégias de investimento automático (Ex: Estratégia Conservativa), o procedimento mantém-se. É possível “vender” os empréstimos, desde que haja alguém disposto a comprar. (eu nunca utilizei estas estratégias, por isso não consigo dar um feedback nem grande ajuda neste tópico).

A minha opinião

Comecei a comprar notes ainda no período de transição, e neste momento tenho 181€ investidos neste tipo de produto.

As taxas de juro disponibilizadas estão a acompanhar a subida geral que se está a fazer sentir: tenho uma média de 16,71%!

Os filtros que utilizo são:

  • Moeda: Euro
  • Avaliação de risco da Mintos: 7+
  • Todos os países menos Rússia
  • Exposição a empréstimos em atraso: até 20%
  • Excluir os meus investimentos

Depois de assegurar o filtro por estes critérios, escolho os que apresentarem melhores taxas de juro (aparece por ordem decrescente).

A única desvantagem, na minha opinião, é o investimento mínimo ser de 50 €. Isto significa que tenho de ter o dinheiro parado durante mais tempo, à espera do suficiente para poder investir num produto novo.

O facto de não existir mercado secundário pode ser para alguns um ponto contra. Para mim não tem qualquer problema, porque todo o dinheiro que invisto é para longo prazo e não planeio, de todo, utilizá-lo antes do prazo dos empréstimos que tenho.

Se quiseres experimentar a Mintos, podes registar-te com este link e receber 1% em cashback do investimento realizado nos primeiros 90 dias. Se investires 1000€ até 31 de julho, recebes ainda 50€ extra.

Bons investimentos!

* Links marcados com asterisco (*) são produtos afiliados. Se comprares através deles eu recebo/recebemos ambos uma pequena comissão.

Disclaimer: A autora do blog Dama de Ouros não fornece recomendações ou aconselhamento financeiro. Todo o conteúdo presente neste blog tem apenas fins informativos e educacionais, sendo qualquer decisão de investimento da responsabilidade do leitor.

19 thoughts on “Notes na Mintos – O que muda?

  1. Olá,
    Finalmente aderi à Mintos (usei o teu código :p) para aproveitar também o bónus de 50€ deste mês.
    Estive a rever os artigos que publicaste pelo blog e parece-me, pelo que descreveste acima, que escolheste a estratégia manual de investimento. Caso seja mesmo essa, como consegues garantir que não ficas com dinheiro em carteira sem estar investido? Percebo que com investimento manual podes selecionar os empréstimos com maiores taxas de juro, mas queria perceber como fazes essa gestao.
    Eu uso o viainvest,mas lá uso auto-invest de acordo com parâmetros que escolhi.
    Obrigada!

    1. Olá Liliana!

      Todos os dias recebo e-mail da Mintos com o saldo em carteira.
      Sempre que tenho mais de 50€ disponíveis abro o site e faço um novo investimento, usando os filtros que defini previamente 🙂

  2. Olá,

    Usei o teu código para abrir conta no Mintos! Cá vamos nós para a terceira P2P. Obrigada pelos teus artigos, sempre explicativos 😉

    Como definirias exposição a empréstimos em atraso? Ou seja, quando estamos a entrar num empréstimo o mesmo já pode estar atrasado em alguns pagamentos?

    (estou habituada à GoParity em que isso não pode acontecer)

    Beijinhos

    1. Olá!

      Os meus filtros na Mintos são:
      – Moeda: €
      – Mintos Risk Score: 7, 8, 9 e 10
      – Country: Todos menos Rússia e Ucrânia
      – Late loan exposure: 0-20%
      – My investments: Exclude my investments

      Pode estar atrasado porque neste caso pode já estar a decorrer. Na GoParity o empréstimo só entra em andamento quando o valor total é atingido.
      Neste caso podemos comparar as Notes a um ETF, em que tens centenas de empréstimos agrupados em cada uma. Apesar de o investimento mínimo ser superior (50€), a diversificação acaba por ser muito maior.

      Espero ter ajudado! 😉

  3. Olá,
    Tens algum dinheiro em pending payments, o que significa e se já recebeste?
    Agora em cada empréstimo ,como mínimo, necessitamos de 50 euros?
    Obrigado
    Cumprimentos
    TC

    1. Olá!

      Pending payments são pagamentos que já foram efetuados pela empresa de crédito mas ainda não foram recebidos pela Mintos (geralmente as transferências demoram sempre os seus 2-3 dias úteis). Isso significa que esse valor em breve cairá na tua carteira, é só o tempo de chegar à conta da Mintos.

      Sim, com as Notes o mínimo passou a 50 €. Deixei explicação das notes neste artigo 🙂

  4. Hoi Mary,

    já te aconteceu teres pagamentos pendentes por semanas? Li a tua resposta ao comentário acima, em que referes 2 a 3 dias úteis, mas a verdade é que eu já tenho pagamentos pendentes (o mesmo valor) há várias semanas.
    Devo preocupar-me? 🤷‍♂️

    Obrigado,

    1. Olá!

      Confesso que não abro a app com muita regularidade.
      Todos os dias recebo a notificação de juros que caíram na conta e não tenho por hábito confirmar se esse valor veio dos pendentes ou diretamente, ou quanto tempo ficam pendentes.

      O investimento em P2P é de risco: há grande probabilidade de atrasos e até de incumprimentos. Eu invisto sabendo isso e sem stressar quando acontece, porque o retorno dos que correm bem continua a compensar os que falham.

      Se achas estranho, podes sempre entrar em contacto com o suporte para eles darem feedback relativamente a esses empréstimos em concreto.
      Costumam responder relativamente rápido 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *